Ambiente virtual CIEB-Evidências vai se integrar ao Guia de Evidências, do MEC

plaltaforma-mec

1º de novembro de 2018

Lançado dia 30 de outubro, o ambiente virtual CIEB-Evidências, que reúne resultados de pesquisas sobre o que funciona no uso de tecnologia aplicada à educação, será incorporado ao Guia de Evidências do MEC, um instrumento de apoio a gestores públicos na tomada de decisão sobre adoção de tecnologia educacional. Previsto para entrar no ar no início de 2019, o Guia vai abrigar, além do CIEB-Evidências, a Plataforma Evidências, onde estão descritas e avaliadas as tecnologias disponíveis.

Uma parceria firmada entre o ministério, o CIEB, a Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e a Universidade de São Paulo (USP) estabelece investimentos de R$ 1,5 milhão, em dois anos, o que vai permitir a ampliação do acervo de informações que poderão ajudar a definição de políticas públicas de inovação nas redes de ensino da educação básica.

Um dos coordenadores da iniciativa, Ig Ibert Bittencourt, da UFAL, instituição executora do projeto, explica que a parceria permitirá a realização não apenas de novas revisões sistemáticas para identificação de evidências, mas também o desenvolvimento de protocolos e instrumentos. “Poderá ser desenvolvido, por exemplo, um protocolo para conduzir estudos sobre evasão no ensino médio público brasileiro”, diz Bittencourt.

A diretora-presidente do CIEB, Lúcia Dellagnelo, destaca que é fundamental subsidiar os gestores das redes públicas que, em geral, não dispõem de informações sobre que tecnologias adotar, quais as mais adequadas às suas propostas pedagógicas: “A contribuição do CIEB se dá no sentido de dar visibilidade aos estudos realizados no Brasil, por autores brasileiros, apontando experiências concretas e resultados sistematizados, de fácil compreensão para quem toma as decisões”.