O CIEB Estudos é uma série de publicações que tem como objetivo gerar subsídios para a discussão de questões centrais para a inovação na educação pública brasileira. Para estimular um ecossistema gerador de inovações na educação e a criação de políticas públicas que melhorem o sistema educacional do país, é necessário compreender o cenário atual e de que forma podemos avançar. A proposta do CIEB Estudos é sistematizar e analisar informações e experiências nacionais e internacionais relacionadas ao ecossistemas de inovação em educação e, a partir desses dados, sugerir estratégias e recomendações para as políticas públicas brasileiras.

Os estudos são financiados pelo CIEB e realizados por pesquisadores independentes. As opiniões expressas nessas publicações são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a posição do CIEB em relação aos temas abordados.

31 de outubro de 2017
CIEB-site-estudos-5

CIEB Estudos 5: “Modelos de curadoria de recursos educacionais digitais”

Este estudo traça um panorama do universo dos recursos digitais, relatando os modelos e critérios de curadoria utilizados para formação de repositórios e para a avaliação de qualidade dos recursos educacionais digitais. O documento também apresenta exemplos á em prática em redes de ensino no Brasil e em outros países.
14 de dezembro de 2016
site_estudos_3

CIEB Estudos 3: “Fontes de Financiamento para Programas e Políticas de Tecnologia Educacional”

O presente estudo tem como objetivo mapear e analisar fontes de financiamento existentes e potenciais para programas e políticas de inovação e tecnologia na educação básica. A ideia é que este estudo contribua para ampliar a visão dos gestores públicos e da sociedade como um todo sobre o tema e sua viabilidade financeira.
14 de dezembro de 2016
site_estudos_4

CIEB Estudos 4: “Políticas de Tecnologia na Educação Brasileira: Histórico, Lições Aprendidas e Recomendações”

O presente documento tem como propósito analisar e descrever os elementos essenciais que devem estar presentes em uma política nacional de tecnologia educacional, incluindo conectividade, infraestrutura, uso pedagógico das TIC (abrangendo softwares), formação de professores para o uso das mídias e tecnologias, inclusão de habilidades digitais no currículo escolar, acesso aos conteúdos e recursos digitais e participação e visão dos gestores das esferas do macrossistema, do exossistema, do mesossistema e do microssistema educativo.
01 de dezembro de 2016
site_estudos_2

CIEB Estudos 2: “Inovação Aberta em Educação: Conceitos e Modelos de Negócios”

Este estudo tem como proposta discutir as oportunidades que a internet e as tecnologias digitais criam para os processos de ensino e de aprendizagem, o conceito de inovação aberta e sua relação com o contexto da economia do bem comum, a história e as características do movimento mundial em torno da Educação Aberta e dos Recursos Educacionais Abertos (REA), trazendo exemplos de iniciativas nacionais e internacionais, e as possibilidades de surgimento de mais empreendimentos voltados à educação pautados pela inovação aberta.
16 de junho de 2016
site_estudos_1

CIEB Estudos 1: “Aquisição de Tecnologia Educacional pelo Setor Público: entraves e caminhos para estimular o ecossistema de inovação no Brasil”.

Lançado no final de 2015, este documento analisa com profundidade quais são os processos e modelos de compra de tecnologia e inovação educacionais adotados por órgãos públicos no Brasil. Realizado em parceria com o InternetLab...