Incidência política e apoio técnico à inovação: marcas do CIEB em três anos de atuação

02 de abril de 2019

Ao completar o seu terceiro ano de fundação, o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) só tem a comemorar. Tudo que a instituição realizou, desde que começou a operar, em 2016, mostra que está sendo cumprida com sucesso a missão de fomentar a cultura de inovação e o uso de tecnologia para promover a aprendizagem de todos os estudantes brasileiros.

Um dos grandes avanços do último ano foi que a instituição fortaleceu sua incidência nas políticas públicas de educação brasileira, tornando-se um parceiro técnico de referência para o Ministério da Educação (MEC). O convite para apoiar a chamada pública do BNDES de implantação, em mais de 400 escolas, do programa Programa de Inovação Educação Conectada, iniciativa do governo federal, foi um desafio que exigiu novas energias, novas equipes e novas formas de atuar.

Ainda no mesmo ano, o CIEB empenhou grande esforço em contribuir para valorizar o uso da tecnologia nos currículos do ensino básico, levando sugestões para a construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e desenvolvendo um itinerário formativo do novo ensino médio, com foco no tema cultura digital.

Sempre sintonizados com as necessidades cotidianas das escolas, os especialistas do CIEB também produziram ferramentas on-line inovadoras, interativas, de uso gratuito dos professores e dos gestores de educação, como o Currículo de Referência em Tecnologia e Computação e a Plataforma de Evidências.

Reunindo em sua trajetória tantas boas notícias, o CIEB renova suas forças para seguir em frente, sempre com o propósito de desbravar as fronteiras do conhecimento sobre tecnologias digitais, construir novas visões sobre o processo de aprendizagem apoiado por tecnologia e criar instrumentos que ajudem a melhorar a qualidade do ensino e da gestão escolar.