Parceria com governo britânico reforça a cooperação para a inovação no Brasil

global png

14 de setembro de 2018

O governo do Reino Unido selecionou o CIEB para fazer parte da edição 2018-2019 do Global Innovation Policy Accelerator (Gipa), um programa mundial de desenvolvimento colaborativo para líderes e gestores de políticas de inovação. A iniciativa é mantida pela Nesta, uma fundação global de inovação que atua por meio de um fundo patrimonial (endowment fund) com recursos da Loteria Nacional Britânica, e também conta com investimentos do Newton Fund, uma iniciativa do governo britânico para fomentar cooperações para inovação com nações emergentes, como o Brasil.

Líder de projetos de educação da Nesta, Amy Solder visitou o CIEB em agosto, interessada em conhecer as ações da organização. Amy é responsável por projetar e promover programas que testam novas maneiras de concretizar o potencial dos jovens e ajudá-los a desenvolver as habilidades necessárias para uma sociedade impulsionada pela inovação.

O Gipa, denominado “acelerador de políticas” exatamente em referência ao papel das aceleradoras de startups, que estimulam e favorecem a inovação, atua como um agente de suporte à implementação de programas de desenvolvimento para formuladores e apoiadores de políticas de inovação em diversas economias emergentes, em todo o mundo. O programa fomenta uma rede de aprendizagem colaborativa entre diversos stakeholders de políticas de inovação de forma a aprimorar suas habilidades, desenvolver ferramentas, produzir evidências e prototipar projetos que possam apoiar as políticas públicas para que tenham os impactos desejados no crescimento econômico e nos desafios sociais de seus países.

Além do CIEB, mais 26 instituições brasileiras foram escolhidas como parceiras de um time global que reúne equipes de organizações acadêmicas, públicas e do setor privado. “Em todo o mundo, gestores e educadores estão atentos para a necessidade urgente de promover a inovação educacional para superar os desafios complexos dessa área, na velocidade necessária. O CIEB busca estimular esse movimento no ecossistema brasileiro e principalmente nas redes públicas de ensino Brasil, desenvolvendo conceitos, prototipando soluções e, disseminando boas práticas. Participar deste programa de aceleração ao lado de atores de diversas outras áreas e poder aplicar esses conhecimentos na educação pública brasileira, sem dúvida vai potencializar o nosso trabalho”, afirma Lucia Dellagnelo, diretora-executiva presidente do CIEB.

O Global Innovation Policy Accelerator oferece benefícios como o acesso a uma rede mundial, por meio de uma estreita colaboração com especialistas do Reino Unido, da América Latina, do Sudeste Asiático e da Índia. Também provê suporte para a organização parceira prototipar e pilotar um novo programa ou política de inovação, incorporando novas ideias e formas de desenvolver políticas de inovação eficazes.

Especificamente no Brasil, o programa vai ser estruturado a partir dos resultados de uma extensa pesquisa feita pela Nesta e pela Wylinka, parceira local da fundação. Entre as metas, constam o fortalecimento da capacidade do Brasil de desenvolver políticas de inovação entre agências e ministérios em seu sistema de inovação; a construção de conexões mais profundas e mais efetivas entre o Reino Unido e o Brasil na política de inovação; o desenvolvimento de projetos específicos no Brasil, apoiados por especialistas do Reino Unido, que enfrentem os principais desafios e prioridades nacionais.