Recursos digitais precisam estar alinhados à BNCC

bncc-edtechs

17 de outubro de 2018

As empresas de tecnologia educacional, chamadas edtechs, estão diante de uma missão urgente: adequar seus serviços e produtos ao que foi estabelecido, na Base Nacional Comum Curricular, como aprendizagem obrigatória para a educação básica, a partir de 2019.

Empenhados em contribuir para que o setor de tecnologia educacional se qualifique de modo a oferecer recursos digitais eficazes, que tenham potencial efetivo de inovação na sala de aula, a Fundação Lemann e o CIEB realizaram um evento voltado a esse setor: o encontro “Tecnologia e BNCC – Prepare o seu recurso digital para esta nova realidade”, que aconteceu dia 17 de outubro, em São Paulo.

Com a participação presencial e on-line de empreendedores e profissionais de tecnologia educacional de todo o país, a tarde de conversa reuniu especialistas que fizeram palestras, participaram de debates e ministraram uma oficina prática de alinhamento dos recursos digitais à BNCC. A Fundação Lemann também lançou um guia de boas práticas para empreendedores, disponível para baixar gratuitamente.

Para Mairum Andrade, gerente de tecnologias educacionais do CIEB, um dos palestrantes, “os empreendedores estão preocupados porque entendem que precisam oferecer produtos alinhados à BNCC, mas ainda estão com dúvidas sobre como fazer isso”. Andrade também apresentou o Currículo de Referência em Tecnologia e Computação, uma proposta do CIEB para inspirar as redes de ensino a construir programas curriculares inovadores.